terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

Celebração Penitencial



Celebração Penitencial Advento

I- Introdução

O povo de Israel preparou-se durante séculos para a vinda do Messias, do Salvador. Toda a história deste povo é uma caminhada em direcção a Jesus, com o qual começa uma nova aliança, um novo povo.
Também Maria, uma jovem Judeia cheia de fé e de confiança em Deus, preparou com inexplicável amor o nascimento de Jesus. O Evangelho de S. Lucas indica-nos as atitudes de fé e amor de Maria da Nazaré.
Do mesmo modo, João Baptista quis que o Senhor Jesus encontrasse os caminhos preparados para a sua vinda. Ele pregou no deserto a conversão, a mudança de vida.

Por isso, é normal que as comunidades cristãs, neste tempo do advento, se preparem para celebrar a vinda de Jesus, que veio, vem e virá. Na verdade, esta festa não pode ficar reduzida a algo de muito superficial, a exterioridades mais ou menos sentimentais. É urgente que os crentes renovem conscientemente a sua opção por Jesus Cristo e pela sua Mensagem. Que Jesus seja recebido verdadeiramente nos seus corações.

Esta celebração penitencial para o tempo do advento tem como tema os mandamentos de Deus.
Natal é a festa do amor e da ternura de Deus, e estes mandamentos resumem-se na lei no amor. Mas o fundamental e acima de tudo é o amor.

Cântico…

Acolhimento

O Senhor esteja convosco

R/ Ele está no meio de nós.

Que cada um e cada uma de vós sejam bem-vindos a esta igreja.
O Senhor convida-nos, neste tempo de preparação para o Natal, a renovar a nossa aliança com ele, vivendo mais profundamente a aliança de amor. Vivendo no amor a Deus a ao próximo.

1- Somos pecadores.

Estamos aqui para reconhecer o imenso amor de Deus e os nossos pecados.
Fomos infiéis ao amor. Andamos, por vezes, livre e conscientemente, pelos caminhos escuros e lamacentos do egoísmo e da maldade.


2- Estamos salvos.

Jesus Cristo, por meio deste Sacramento da Reconciliação, encontra-se misteriosamente connosco, com cada um de nós, olhos nos olhos, coração com coração. Ele quer dar-nos o seu perdão, criando em nós um coração novo.

Vamos celebrar com alegria a misericórdia do Senhor.

Oração ao Espírito Santo

Oremos ao Espírito Santo, para que esta celebração seja verdadeiramente um encontro com o Senhor Jesus.
Diga-mos: «Dai-nos, Senhor, o vosso Espírito!»

R/ Dai-nos, Senhor, o vosso Espírito!

• Para que saibamos reconhecer com humildade os nossos pecados, nós vos pedimos.

R/ Dai-nos, Senhor, o vosso Espírito!

• Para que proclamemos com alegria o imenso amor de Cristo, nós vos pedimos.

R/ Dai-nos, Senhor, o vosso Espírito!

• Para que tenhamos um sincero desejo de conversão e mudança de vida, nós vos pedimos.

R/ Dai-nos, Senhor, o vosso Espírito!

Cântico…


II- Confessar o amor de Deus e o nosso pecado


1ª Leitura

No Monte Sinai acontece a aliança entre Deus e o seu povo. Mas esta aliança de amor tem um código a cumprir: é preciso viver em fraternidade, e amar a Deus. este amor a Deus e aos outros vive-se na fidelidade aos 10 mandamentos.

Leitura do Êxodo 20,1-17

Salmo

Digamos todos: Caminharei na presença do Senhor.

R/ Caminharei na presença do Senhor.

• Feliz o homem que não segue os conselhos dos ímpios nem entra pelas sendas dos pecadores, nem se senta nas reuniões dos cínicos.
Feliz o homem que encontra toda a sua alegria no cumprimento da lei do Senhor, e nela medita noite e dia.

R/ Caminharei na presença do Senhor.

• Feliz o homem que segue pelos caminhos do Senhor
Será como uma arvore plantada à beira do rio;
Dá frutos abundantes no devido tempo, e jamais murcham as suas folhas.

R/ Caminharei na presença do Senhor.

• Infelizes os que andam por maus caminhos.
Os ímpios serão como palha arrebatada pelo vento.
A sua vida será inútil e sem qualquer bom fruto,
E o seu fim será o fracasso total.

R/ Caminharei na presença do Senhor.

2ª Leitura

Jesus, no discurso da última Ceia, confirmou que o essencial é o amor. Aquele que ama, esse já passou da morte para a vida. Esse ama verdadeiramente a Deus.

Leitura do Evangelho de S. João 15,9-16


Partilha (Algumas breves palavras se o celebrante achar oportuno).


Exame de Consciência

(Intervenção do sacerdote e jovens. O refrão pode ser cantado).

Cel: Amarás o Senhor teu Deus!

• Não tenho tempo para rezar. E, quando o faço, é simplesmente para pedir favores: bons resultados na escola e nos exames, cura de uma doença. Construo a minha vida fora de Deus.
Não me preocupo em aprofundar as razões da minha fé. E, por vezes, tenho vergonha de me manifestar como seguidor de Jesus Cristo.
Por isso, vos peço perdão.
Senhor tende piedade de nós.

R/ Senhor tende piedade de nós.

Cel: Não terás outros deuses além de mim!

• Há ídolos que à minha volta me tentam escravizar: o dinheiro, o conforto, a moda, o tabaco, os jogos de computador, a televisão, os bares, as discotecas o prazer do corpo…
Dou demasiada importância a tudo isso, pensando que com essas coisas serei mais pessoa, terei mais valor.
Por isso, vos peço perdão.
Senhor tende piedade de nós.

R/ Senhor tende piedade de nós.

Cel: Guardarás o dia do Senhor!

• Faltei algumas vezes à Eucaristia por livre vontade. Tenho-me desligado cada vez mais da comunidade cristã à qual pertenço. Tenho sempre desculpas para não participar em actividades da comunidade, e fecho-me cada vez mais no meu individualismo.
Por isso, vos peço perdão.
Senhor tende piedade de nós.

R/ Senhor tende piedade de nós.

Cel: Honrarás pai e mãe.

• Considero tantas vezes a minha família como uma espécie de hotel onde vou comer e dormir. Nada contribuo para que a minha família tenha um clima de serenidade, de dialogo, de perdão, de paz, de compreensão, de alegria.
Por isso, vos peço perdão.
Senhor tende piedade de nós.

R/ Senhor tende piedade de nós.

Cel: Não matarás.

• Prejudico a minha saúde com o tabaco, a bebida em excesso, a falta de descanso. Prejudico a vida dos outros, não respeitando as leis de trânsito. Sou insensível ao problema da fome no mundo, da guerra, da violência, como se tudo isso fosse um fatalismo.
Por isso vos peço perdão.
Senhor tende piedade de nós.

R/ Senhor tende piedade de nós.

Cel: Terás um coração puro.

• Acontece, por vezes, que vejo as outras pessoas como se fossem objectos que me podem dar mais ou menos prazer. Procuro a minha felicidade, o meu prazer, a minha satisfação. Sou profundamente egoísta, e pouco ou nada tenho crescido no amor humano.
Por isso vos peço perdão.
Senhor tende piedade de nós.

R/ Senhor tende piedade de nós.

Momento de silencio


III- Receber o perdão

Todos nós vamos agora recitar a «Confissão» com a mão direita no peito. É para significar que o pecado é nosso, e não dos outros.
A mão direita no peito e sobre o coração, para significar também que é de dentro do nosso coração que sai a maldade e o pecado. É cada qual que se deve converter.

R/ Confesso-me a Deus todo poderoso…

Deus misericordioso tenha compaixão de nós, perdoe os vossos pecados e vos conduza à vida eterna. Ámen.

R/ Pai-Nosso que estais no céu…

Rito Sacramental (Neste momento vão ter com o sacerdote para receberem a absolvição individual. Se for absolvição colectiva todos se ajoelham ate o sacerdote dar a absolvição e não esquecer do Acto de Contrição…).

Dar Graças

(No final o sacerdote convida a todos a uma atitude de louvor).

O Senhor esteja convosco.

R/ Ele está no meio de nós.

Corações ao alto.

R/ O nosso coração está em Deus.

Demos graças ao Senhor nosso Deus.

R/ É nosso dever, é nossa salvação.

Bendito seja Deus, que pela sua grande misericórdia nos fez renascer para uma vida nova e feliz.

Bendito seja Jesus Cristo, com quem nos encontramos neste Sacramento, dando-nos o perdão e a sua paz.

Bendito seja o Espírito Santo, que é infundido com abundância nos nossos corações, e nos anima a viver segundo a mensagem do Evangelho, para que a nossa alegria seja completa.
Cantemos em união com toda a Igreja em advento.

Cântico…

Despedida (Intervenção de dois jovens ou todos em conjunto)

1- Onde há ódio…
2- Levemos amor.

1- Onde há ofensas…
2- Levemos perdão.

1- Onde há discórdia…
2- Levemos união.

1- Onde há erro…
2- Levemos verdade.

1- Onde há dúvida…
2- Levemos fé.

1- Onde há desespero…
2- Levemos esperança.

1- Onde há escuridão…
2- Levemos luz.

1- Onde há tristeza…
2- Levemos alegria.


Cântico Final (um cântico alegre, ritmado com palmas).



Image du Blog perolascraps.centerblog.net


.

1 comentário:

  1. Prezada, irmã desconhecida, e virtual: Gostei, amei e faço parte contigo, no teu blogue, e te deixo á vontade nos meus , caso queiras, seguir tudo, bem se não olha deleta se não me quiseres

    ResponderEliminar