domingo, 30 de maio de 2010

Os Mistérios do Rosário



O Rosário é uma oração contemplativa. É bom, para ajudar à contemplação, ter alguma imagem que represente o mistério contemplado. Publico uns quadros do pintor Guerrino Pêra que são fáceis de ler e fortemente evocativos. Estes quadros podem ser definidos como ícones modernos. É a maneira plástica de indicar os mistérios contemplados na recitação do terço.

Curiosidades dos quadros

Jesus tem sempre uma túnica vermelha, símbolo do amor que se entrega e que se oferece em nosso favor.

Maria tem sempre um manto azul, cor do céu, que evoca a santidade e a pureza.

As roupas dos outros personagens são de cores variadas, que poderíamos definir como cores terrenas e anónimas.

O amarelo indica a acção de Deus e a Sua presença. Evoca a luz do sol e é símbolo do Deus vivo.
Veja-se o Anuncio do Anjo a Maria, a Ressurreição…

A cor roxa e os tons escuros assinalam a presença do mal, como na flagelação e na coroação de espinhos. Há contrastes procurados como a coroa de espinhos e os que a colocam.



Mistérios GOZOSOS
(segundas e sábados)

Este primeiro ciclo, dos mistérios da alegria, caracteriza-se pelo gozo, pela alegria que produz o acontecimento da Encarnação. Meditar os mistérios gozosos é tocar os motivos últimos da alegria cristã no seu sentido mais profundo.
Maria ajuda-nos a aprender o segredo da alegria cristã, recordando-nos que o cristianismos é, antes de mais, euangelion, boa noticia, que tem o seu centro na pessoa de Cristo, a Palavra feita carne, único salvador do mundo.


1º Mistério: A Anunciação
«Não temas, Maria porque encontraste graça diante de Deus. Conceberás e darás à luz o filho, a quem porás o nome de Jesus.
Será grande e será chamado Filho do Altíssimo e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai David. E reinará na casa de Jacob para sempre e o reino não terá fim.» (Lc 1,30-33)
O «sim» de Maria oferece a todos nós a esperança da nossa salvação.



2º Mistério: A Visitação de Maria a Isabel
«Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. Donde me foi dado que venha ate mim a mãe do meu Senhor? Porque assim que ouvi a voz da tua saudação, o menino exultou de alegria no meu seio. Feliz de ti porque acreditaste.» (Lc 1,42-45)



3º Mistério: O Nascimento de Jesus
«Não temais; trago-vos uma notícia, uma grande alegria, que o será para todo o povo: nasceu para nós hoje um salvador, que é o Messias Senhor, na cidade de David. Vereis este sinal: encontrareis um menino envolto em panos e deitado numa manjedoura.» (Lc 2,10-12)



4º Mistério: Apresentação de Jesus no Templo
Quando os pais entravam com o Menino no Templo para cumprir o que a Lei prescrevia, Simeão tomou-O nos braços e bendizendo a Deus disse: «Agora, Senhor, podes deixar ir o teu servo em paz, segundo a tua palavra, porque os meus olhos viram a tua salvação, que preparaste diante do olhar de todos os povos, luz para iluminar todas as gentes e glória do teu povo de Israel.»
(Lc 2,27-32)



5º Mistério: Perda e Encontro de Jesus no Templo
Ao fim de três dias, encontraram-nO no Templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e fazendo-lhes perguntas. Todos quantos o ouviam estavam admirados com a sua inteligência e com as suas respostas (…)
«E sua mãe conservava todas estas coisa no seu coração.» (LC 2,46-47. 51)




Mistérios da LUZ
(Quinta-feira)

Contemplando o Senhor, encontramos luz para entrar no Reino e seguir os seus passos no dia-a-dia. Cristo é a luz do mundo (João 8, 12) como se manifeste especialmente nos mistérios da sua vida pública, quando anuncia e torna presente em si mesmo o Espírito das Bem Aventuranças, iluminando as nossas vidas. Ele é a luz que nos diz de onde vimos, para onde vamos, como devemos viver.
A Mãe acompanha o Filho na sua missão, conhece os seus caminhos, escuta as suas palavras e louva a Deus pelos milagres que Ele faz (Marcos 3, 31-35).
Estes mistérios chamam-se luminosos porque Cristo é verdadeiramente a luz que ilumina o sentido da nossa vida.




1º Mistério: O Baptismo de Cristo no Jordão
No momento em que saía da água viu os céus abertos e o Espírito, como uma pomba, que descia sobre Ele, e ouvia-se dos céus uma voz: «Tu és o meu Filho amado, em quem ponho o meu encanto.» (Mc 1,10-11)



2º Mistério: A Manifestação de Cristo em Caná
Maria disse a Jesus: «Não têm vinho.»
Jesus respondeu: «Mulher, que temos nós com isso? Ainda não chegou a minha hora.»
Disse a mãe aos serventes: «Fazei o que Ele vos disser.» (Jo 2,3-5)



3º Mistério: O Anúncio da Chegada do Reino
Cumpriu-se o tempo e Reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e acreditai no Evangelho (…) vinde após mim e eu farei de vós pescadores de homens. E imediatamente deixaram as redes e O seguiram (…) o que é isto? Uma doutrina nova e cheia de autoridade, que dá ordens aos espíritos impuros e eles lhe obedecem. (Mc 1,15,17-18,27-28)



4ºMisterio: Transfiguração de Jesus
Enquanto orava, o aspecto do seu rosto transformou-se; as suas roupas tornaram-se brancas e resplandecentes. E eis que dois homens falavam com Ele: eram Moisés e Elias (…) da nuvem, veio uma voz que dizia: «Este é o meu Filho, o Eleito, escutai-O.» (Lc 9,29-31.35)



5ºMisterios: A Instituição da Eucaristia
Enquanto comiam, Ele tomou um pão, abençoou-o, partiu-o e distribuiu-o, dizendo: «Tomai isto é o meu corpo.» Depois tomou um cálice e, dando graças, deu-lho e todos dele beberam. E disse-lhes: «Isto é o meu sangue, o sangue da aliança que é derramado em favor de muitos.»
(Mc 14,22-24)




Mistérios DOLOROSOS
(terças e quintas feiras)

Os Evangelhos relatam os mistérios dolorosos do Senhor e a piedade cristã, sobretudo na quaresma e na semana santa, contempla a sua Paixão e Morte na via-sacra e no tríduo pascal, os pontos mais altos da revelação do amor misericordioso do amor de Deus. O rosário introduz-nos na contemplação do rosto crucificado de Cristo, que se completará com a contemplação do rosto ressuscitado. A última palavra não é a morte, mas a vida e a vida eterna. O rosário encoraja-nos a passar pela Paixão com a esperança de chegar à Ressurreição.




1º Mistério: A Oração no Jardim das Oliveiras
Chegaram a um lugar chamado Getsémani. Então Jesus disse aos discípulos: «Sentai-vos aqui, enquanto Eu vou rezar.»
Jesus levou consigo pedra, Tiago e João, e começou a ficar com medo e angústia. Então disse-lhes: «A minha alma está numa tristeza de morte. Ficar aqui e vigiai.» (Mc 14,32-34)



2º Mistério: A Flagelação do Senhor
Pilatos queria agradar à multidão. Soltou Barrabás, mandou flagelar Jesus e depois entregou-O para ser crucificado. (Mc 15,15)
Em todos os lados encontramos as pegadas de Cristo que nos precedeu na morte e na vida, carregando os nossos pecados.



3º Mistério: A Coroação de Espinhos
Os soldados levaram Jesus para o pátio, e convocaram todo a tropa. Vestiram Jesus com um manto vermelho, teceram uma coroa de espinhos e poseram-Lha na cabeça. Depois começaram a cumprimentá-l’O: «Salve, rei dos judeus!» e batiam-Lhe na cabeça com uma vara. Cuspiam-Lhe e, dobrando os joelhos, prestavam-Lhe homenagem. (Mc 15,16-19)



4º Mistério: Jesus sobe com a Cruz para o Calvário
Enquanto levaram Jesus para ser crucificado, pegaram em certo Simeão de Cirene, e forçaram-no a levar a cruz atrás de Jesus. Uma grande multidão do povo seguia Jesus. E as mulheres batiam no peito e choravam por Jesus. Jesus, porém, voltou-Se e disse: «Mulheres de Jerusalém, não choreis por Mim! Chorai por vós mesmas e por vossos filhos!» (Lc 23,26-28)



5º Mistério: Jesus Morre na Cruz
Era meio-dia, e uma escuridão cobriu toda a região ate às três horas da tarde, pois o sol deixou de brilhar. A cortina do santuário rasgou-se ao meio. Então Jesus deu um forte grito: «Pai, em tua mãos entrego o meu espírito.» Dizendo isto, expirou. (Lc 23,44-46)




Mistérios GLORIOSOS
(quartas feiras e domingos)

Os mistérios gloriosos, que alimentam em nós a esperança do céu, mostram a vida nova na comunidade da Igreja. Iniciamos este itinerário de glória do Filho e de sua mãe, enquanto peregrinamos por este mundo, sabendo que quem viu a Cristo ressuscitado se enche de alegria e recebe a capacidade de O anunciar com entusiasmos aos outros, como a madalena e os discípulos de Emaús.




1º Mistério: A Ressurreição do Senhor
Então o anjo disse às mulheres: «Não tenhais medo. Eu sei que procurais Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui. Ressuscitou, como havia dito! Vinde ver o lugar onde Ele estava. Ide depressa contar aos discípulos que Ele ressuscitou dos mortos e que vai à vossa frente para a Galileia. Lá O vereis. É o que tenho a dizer-vos.» (Mt 28,5-7)



2º Mistério: A Ascensão do Senhor aos Céus
Enquanto os abençoava, afastou-Se deles e foi levado para o céu. Eles adoraram-n’O e depois voltaram para Jerusalém, com grande alegria. E estavam sempre no Templo, bendizendo a Deus. (Lc 25,51-53)
Por se ter humilhado até à morte, foi exaltado e agora todos os joelhos se dobram diante d’Ele no céu, na terra e nos infernos.



3º Mistério: A Vinda do Espírito Santo
«Vós, porém, dentro de poucos dias, sereis baptizados com o Espírito Santo» (…) «O Espírito Santo descerá sobre vós, e d’Ele recebereis força para serdes as minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até aos extremos da Terra.» (Act 1,5.8)
Pentecostes é o nascimento da Igreja em redor de Maria, avivada pela efusão do Espírito Santo e enviada a evangelizar o mundo.



4º Mistério: A Assunção da Virgem Maria ao Céu
Eis que entra já a princesa, belíssima, vestida de pérolas e brocado; levam-na ao rei, com companhia de virgens; seguem-na as suas companheiras; trazem-nas entre alegria e gritos de festa; vão entrando no palácio real.
(Sl 45, 14-16)



5º Mistério: A Coroação de Maria como Rainha
Apareceu no céu um grande sinal: uma Mulher vestida com o Sol, tendo a Lua debaixo dos pés, e sobre a cabeça uma coroa de doze estrelas e estava grávida. (Apocalipse 12,1-2)
Contemplando Cristo e sua Mãe na glória, alegramo-nos com o nosso destino, se nos deixarmos curar e transfigurar pelo Espírito Santo.




2 comentários:

  1. Parabéns pelo trabalho evangelizador!

    ResponderEliminar
  2. Muitos parabéns pelo seu trabalho
    Catequista Madalena

    ResponderEliminar